skipnavigation

Estudo CWT: A aquisição de Starwood por parte do Marriott está destinada a mudar o comportamento da compra de viagens para sempre

AMSTERDAM | 28 DE JUNHO DE 2016

A compra do Starwood por parte do Marriott está destinada a mudar a indústria hoteleira de maneira significativa. No White Paper da CWT publicado hoje indica que os responsáveis pelas compras de viagens corporativas têm que começar a pensar nas implicações e a planejar como está compra afetará seu programa de viagens.

 

Scott Brennan, vice-presidente executivo e responsável global da Gestão de Provedores da CWt declarou: "A consolidação da indústria hoteleira não é nova, mas a fusão do Marriott e Starwood muito provavelmente vai mudar o modo como se compra e vende viagens de negócios. Todo o mundo deve refletir cuidadosamente sobre o que isto vai significar na hora de negociar acordos em matéria de viagens corporativas".

 

Em 14 das 20 principais cidades do mundo, o novo grupo hoteleiro deterá quase um terço do gasto em hotéis das viagens corporativas, e até mesmo a metade de alguns locais. A análise da CWT também sugere que o Marriott, mais que qualquer outra companhia escolheu não tomar parte dos processos de licitação de viagens corporativas.

 

Brennan acrescentou: "As implicações são potencialmente grandes. Acreditamos que o novo grupo Marriott/Starwood vai ter muito o que dizer ao mercado, o que pode alterar o modo em que as reservas para viagens corporativas são compradas e vendidas. Desconhecemos ainda o impacto total e, devido ao fato de que o novo grupo não estará consolidado a tempo para as negociações deste ano, não saberemos nada até a temporada de negociações de 2017 que se inicia em setembro do próximo ano. Outro tema a levar em conta é o cumprimento da política de viagens. Uma das melhoras armas de negociação que possuem os responsáveis por compra e venda é este item, porque podem levá-lo aos seus estabelecimentos preferênciais. 

 

No entanto, a análise da CWT mostra que 22% das despesas no âmbito não é com Marriott é de 9% e com a Starwood.

 

Brennan assinala que: "Segundo uma votação do GBTA de 2015 para gestores de viagens1, os programas de fidelização dos hotéis são uma das razões subjacentes nos gastos hoteleiros fora dos conformes. Porém não sabemos que mudanças, ou se acontecerão alguma. Independente do que ocorra, o novo grupo já conta com uma importante parte dos gastos fora dos conformes.

 

A combinação do aumento da quota de mercado do novo Marriott e o poder de sedução de seu programa de fidelização, fazem com que a cadeia se encontre em uma posição de força. Depois de tudo, as negociações na indústria hoteleira giram em torno do volume. Alem do mais, outros seguirão o caminho tomado por essa nova estrutura.

 

Brennan conclui: "Aconselhamos começar a planejar as negociações do programa de viagens. Quanto mais preparados nossos clientes se encontrarem, melhores serão os acordos que poderão alcançar".

 

CWT sugere que os responsáveis pelas compras de viagens corporativas sigam quatro passos para começar a construir sua postura para as negociações:

  1. Avaliar os mercados chaves: focar a conta das principais companhias por cidades ou áreas dentro de cidades chave, avaliar hotéis alternativos.
  2. Estar preparado para adotar uma aproximação mais flexível frente a 2017; Incorporar fornecedores alternativos sempre que seja necessário.
  3. Adaptar a política de viagens para garantir seu cumprimento.
  4. Estabelecer um canal de comunicação com os viajantes, envolvê-los nos objetivos empresariais e criar uma responsabilidade compartilhada referente aos resultados.

 

Baixe o CWT’s Hotel Consolidation white paper agora.

 

1 Making Hotel Loyalty Programs Work For You and Your Travel Program

 

 

Sobre a CWT

A CWT é líder global especializada em gerenciamento de viagens de negócios, congressos e eventos. Atende empresas, instituições governamentais e não governamentais de todos os tamanhos em mais de 150 países e territórios. Alavancando o conhecimento  de seus colaboradores e tecnologia de ponta, a CWT ajuda os clientes a obterem o maior valor de seus programas de viagem em termos de economia, serviços, segurança e sustentabilidade. A empresa também se compromete a fornecer serviços e assistência best-in-class aos viajantes. Em 2015, o volume de vendas para operações totalmente próprias e joint ventures totalizou US$24,2 bilhões. Como parte de seu compromisso com a responsabilidade empresarial, a CWT é signatária do Pacto Global dos Dez Princípios da Organização das Nações Unidas.

Mais informações sobre a CWT podem ser obtidas através do site:www.carlsonwagonlit.com.br e Twitter: @CWTBrasil.

 

Media Contact

Fredrika Rylander, CWT Global Media Relations
+ 41 79 205 23 47
frylander@carlsonwagonlit.com